Shogun analisa luta contra Chael Sonnen e diz: ‘Vai ser uma briga boa’

Sem lutar desde dezembro de 2012, quando foi derrotado por Alexander Gustafsson, Maurício Shogun tinha sua volta confirmada para o próximo sábado (15), contra Rogério Minotouro, em Winnipeg, Canadá. No entanto, uma lesão afastou o irmão de Minotauro do combate. Sem adversário, o falastrão Chael Sonnen se ofereceu para o duelo e o Ultimate aceitou. Porém, com problemas do visto do americano, o encontro foi adiado para o dia 17 de agosto.

Depois do adiamento da luta, Shogun diminuiu o ritmo dos treinos (Foto Eduardo Ferreira)

Em entrevista á TATAME, o ex-campeão do UFC comentou sobre seu próximo adversário, que tem sempre como alvo os lutadores brasileiros. Shogun disse que não se importa com as provocações do americano, mas o fato de Sonnen já ter provocado Wanderlei Silva e Rodrigo Minotauro deram um empurrão extra para que ele aceitasse o combate.

“A motivação é grande. Ele desrespeitou o Minotouro, o Wanderlei… Sobre mim ele ainda não falou nada. Mas só de desrespeitar o Wanderlei já basta. Ele é um cara polêmico, realmente gosta de falar bastante, mas eu estou tranquilo. O Sonnen com certeza vai querer falar algo de mim, mas não me afeta em nada”.

Questionado se ainda pretende enfrentar Minotouro, o peso meio-pesado disse que acredita que a luta ainda irá acontecer. “Ainda espero poder lutar com ele. Eu quero, ele quer. Então, quem sabe no final do ano?”.

Confira a entrevista na íntegra abaixo:

O Sonnen costuma provocar antes das lutas. Isso te motivou a aceitar o desafio?

A motivação é grande. Ele desrespeitou o Minotouro, o Wanderlei… Sobre mim ele ainda não falou nada. Mas só de desrespeitar o Wanderlei já basta. Ele é um cara polêmico, realmente gosta de falar bastante, mas eu estou tranquilo. O Sonnen com certeza vai querer falar algo de mim, mas não me afeta em nada. Minha motivação é o Brasil, que vem falar: “arrebenta o cara”. Isso já vale (risos).

O desejo de dar um “cala boca” por todo Brasil te deu mais ânimo para aceitar o combate?

Na verdade não. Eu aceitei para ter a luta, o evento já tinha perdido a luta do Renan Barão, que saiu por lesão, e se saísse a minha pesaria contra. Então, aceitei por esse motivo. Mas o duelo mudou para a agosto e se o UFC quis assim, não tem problema.

Shogun está em grande forma (Foto Eduardo Ferreira)

Não cogitaram adiar a sua luta contra o Minotouro?

Essa era a primeira opção, mas o UFC sugeriu essa luta e ficou com ela. Mas ainda espero poder lutar com o Minotouro. Eu quero, ele quer. Então, quem sabe no final do ano? Espero que ele se recupere logo. Temos que ver com o UFC e a nossa vontade por essa luta.

O Sonnen não costuma nocautear os adversários, isso te deixa mais tranquilo para partir para dentro ou acha que ele pode te surpreender?

Com certeza, se ele surpreendeu o Anderson em pé… Com quem eu for lutar, tenho que estar preparado para tudo. Espero estar bem em pé, no chão e no Wrestling. Toda a luta ele busca a luta agarrada e comigo pode tentar em pé para surpreender. Vou ter que estar ligado em tudo. O MMA é um esporte versátil e temos que estar bem em todas as áreas. O forte dele é o Wrestling, a trocação dele não é afiada, mas ele pode surpreender. Ele vai buscar o Wrestling e o ground and pound e eu vou para o Muay Thai, então vai ser uma briga boa. Vou treinar chão para sair bem por baixo também.

Você não finaliza desde a luta contra o Kevin Randleman, em 2006. Pelo Sonnen ter perdido a maioria das lutas por finalização, você pretende buscar esse caminho para vencer?

Vou treinar tudo. Treino bastante Jiu-Jitsu, mas na luta eu prefiro passar para uma posição mais confortável e não buscar a finalização, que não é meu estilo. Eu prefiro bater do que finalizar.

O Sonnen faz uso do polêmico TRT. Você acha que TRT é doping? Você faria se precisasse? 
Se a Comissão Atlética deixou, se é permitido e está nas regras… Acho que faria terapia de reposição hormonal se precisasse, mas eu ainda não preciso fazer uso disso (risos). Na Califórnia foi proibido agora, saiu essa semana falando disso. E difícil falar, mas se a Comissão liberou, está tudo ok.

Se a luta fosse hoje, com essa mudança de treinamento, a gente veria o melhor Shogun? O Shogun dos tempos do Pride?

Espero que sim. Toda a luta eu dou meu máximo, dedico minha vida a treino e luta. O MMA evoluiu muito e dou meu máximo sempre.

O que essa mudança prejudica na sua preparação?

Eu estava no meu ápice do meu treino e a luta foi para dois meses e meio para frente. Não posso manter o treino intenso, senão, ninguém aguenta. Então eu parei, vou treinar um tempo na boa, para depois voltar. Se o UFC quis assim e será melhor para os fãs, tudo bem.

Aonde você fará seu camp para essa luta?

Ainda não tenho nada decidido.

Shogun vai decidir na próxima semana onde será feito o seu camp (Foto Eduardo Ferreira)

O Minotouro vinha de vitória e, caso você o vencesse, ficaria mais perto de uma chance pelo cinturão. Aonde acha que uma luta com o Sonnen pode te levar na categoria?

Não penso no cinturão ainda. Penso no meu próximo adversário. Meu foco é vencê-lo. Não penso no título agora.

Mas você ainda se vê disputando o cinturão do UFC?

Esse é meu grande desejo e espero um dia ter essa oportunidade.

O Lyoto Machida seria o próximo pelo cinturão, mas o UFC casou uma dele contra o Phil Davis. Como acha que vai ser essa luta?

Acho que o Lyoto é o grande favorito. O Davis vai tentar levar a luta pro chão, mas o Lyoto defende bem essas quedas. O Lyoto vence, mas vai ser uma luta dura. E ele vencendo, é o que mais merece disputar o cinturão.

Se o Jon Jones vencer o Gustafsson, ele bate o recorde do Tito Ortiz. Você acha que o vencedor de Lyoto e Davis pode acabar com o reinado dele?

Acho que qualquer um que está entre os tops pode batê-lo. O Jones é um cara que vem mostrando que está bem na categoria, mas o MMA é imprevisível, se pegar no queixo, derruba. O Lyoto pode vencer o Jones, o Davis também. Quem estiver ali em cima, pode batê-lo.

Você que já enfrentou os dois, acha que o Gustafsson tem chances de vencer o Jones? Como?

Acho que tem, mas o Jones é favorito. O Gustafsson é grande, usa bem a envergadura, mas acho que dá Jones. Talvez se o Gustafsson mantiver a luta em pé…. Mas o Jones é bom de Wreslting e o Gustaffson não é tão bom. Vamos ver o que acontece.

Notícias relacionadas