Belfort sonha com cinturão e sugere: ‘Weidman e Vitor é luta para acontecer no Maracanã’

Cinturão não sai da mente de Belfort (Foto UFC)

Esposa e empresária de Vitor Belfort, Joana Prado, em entrevista ao programa UFC Tonight, esta semana, declarou que o Ultimate garantiu ao “Fenômeno” o direito de encarar o vencedor de Chris Weidman x Lyoto Machida, duelo programado para 5 de julho, pela edição 175.

Vitor Belfort, em entrevista exclusiva à TATAME, não quis fazer um prognóstico para o combate, válido pelo cinturão dos médios. Ele afirmou que tem olhos apenas para o título.

“Eu só consigo enxergar Weidman x Belfort. Só consigo enxergar isso. Não consigo falar sobre nada, só sobre o meu cinturão. Isso não vai entrar na minha cabeça. Lógico que eu vou assistir à luta, mas só espero um vencedor para lutar comigo. Não tenho preferência. Estou em busca do título. Eu conquistei esse espaço, é o que eu mereço”.

O peso-médio, ao saber que a próxima edição do UFC no Rio de Janeiro será no ginásio do Maracanãzinho, dia 25 de outubro, não conseguiu despistar sobre quem prefere enfrentar em uma possível disputa de cinturão.

“Traga o Weidman. Manda ele treinar mais. Weidman e Vitor. Isso é luta para acontecer no Maracanã”, afirmou Belfort, que já atuou em cinco edições do Ultimate no Brasil.

A extinção do TRT do mundo do MMA também foi abordada por Belfort. O “Fenômeno” declarou que seus críticos ficarão sem argumentos quando ele voltar a vencer sem fazer uso do polêmico tratamento de reposição hormonal.

“Agora não vai ter mais desculpa. Que bom! Quando eu ganhar dos caras, qual vai ser a desculpa? Vão inventar que estou tomando alguma coisa de Marte?”, questionou.

Notícias relacionadas