Cigano aprova escolha de Mark Hunt, mas frisa: ‘Tenho que tomar cuidado’

Cigano aprovou Hunt como avdersário (Foto UFC)

Após perder o cinturão em dezembro de 2012, para Cain Velasquez, Junior Cigano não quer esperar mais tempo para tentar retomar o título. Com compromisso marcado para o dia 25 de maio, no UFC 160, o brasileiro ficou perto de ser cortado do evento, já que seu adversário, Alistair Overeem, se lesionou, no entanto,o holandês será substituído por Mark Hunt.

Sobre essa mudança de oponente, o ex-campeão dos pesados garantiu que não escolhe adversário e agradeceu a postura de Hunt, que aceitou o desafio.

“Não escolho adversário, então para mim não importa quem seja o cara que vou enfrentar. Eu só preciso saber um tempo antes para me preparar para esse oponente. Quando o Overeem pulou fora, achei excelente o UFC ter colocado outro lutador, porque eu não posso ficar esperando por luta. O cara não é campeão, não é nada. Se ele fosse campeão, eu ainda esperaria”, disse, em entrevista ao programa Mundo da Luta, complementando.

“Achei ótimo o UFC ter colocado o Mark Hunt, e o admiro muito por ter aceitado a luta, já que ele acabou de lutar. Admiro e agradeço, porque eu quero lutar dia 25 de maio e vai acontecer graças a ele”.

Mark Hunt vem de nocaute espetacular sobre Stefan Struve, quando quebrou a mandíbula do adversário e engatou uma sequência de quatro vitórias consecutivas na organização. Ciente dos seus perigos, o pupilo de Luiz Dórea adiantou que vai trabalhar a estratégia para voltar a vencer no UFC e fez questão de elogiar seu desafiante.

“O Mark é um cara muito resistente, que bate muito forte. Tenho que tomar muito cuidado.  Ele já foi campeão no K-1, enfrentou os melhores trocadores do mundo e ganhou.  Vou trabalhar bastante a estratégia, tenho aprendido muito na minha carreira. Acho que agora eu sei ver as coisas um pouco melhor e espero poder usar isso nesta luta”.

A velocidade de Cigano sempre impressionou a todos, pois, embora seja peso pesado, se movimenta com facilidade. E o brasileiro garantiu que pretende explorar essa agilidade contra o neozelandês.

“A minha velocidade realmente tem feito a diferença nas minhas lutas e com certeza é um ponto forte, mas eu vou usar todas as minhas armas para poder sair vitorioso.  Mas se a luta for para o chão, vou para finalizar também”.

Cigano está na torcida por Antônio Pezão pelo título dos pesados (Foto UFC)

Rivalidade e vontade de encarar Overeem

Ainda quando tinha o cinturão dos pesados, Cigano foi obrigador a conviver com provocações de Overeem. Os dois tirariam isso a limpo em maio, mas esse confronto será adiado. No entanto, o catarinense não descarta um duelo contra o holandês no futuro.

“Eu acho que esse cara é uma piada. É um cara grandão, que toma bomba apra lutar, e fica falando um monte de besteira. Não tenho nada a ver com ele, que ele siga sua carreira e faça o que achar melhor dela. Vou seguindo a minha e , se um dia a gente se esbarrar e ele não tiver problema nenhum, a gente luta”.

Torcida por Pezão

No mesmo evento em que voltará ao octógono, Cigano verá a luta pelo cinturão dos pesados, entre Cain Velasquez e Antônio Pezão. E no que depender da sua torcida, seu compatriota sairá com o título.

“Pezão é muito meu amigo, ele vai ganhar, vai ser campeão do UFC. Tenho certeza que ele vai para cima do Velasquez, vai para anular o jogo dele e nocautear. É isso que eu quero ver. É um cara que merece muito, uma pessoa boa e eu acho que pessoas do bem merecem o bem. Ele é um dos caras que eu admiro e que eu gosto muito de ter como amigo. Vai nessa, Pezão”.

Notícias relacionadas