Cigano prevê reencontro com Velasquez e planeja retorno: ‘Fim de maio ou início de junho’

Cigano acredita que ainda vai encontrar Cain (Foto Marcelo Barone)

Depois de sofrer o segundo nocaute técnico para Cain Velasquez, em outubro do ano passado, chegou ao fim a trilogia de Junior Cigano com o campeão dos pesados. No entanto, se depender do brasileiro, a história entre os dois ainda terá mais um capítulo.

Durante um encontro com jornalistas na Nova União, na tarde desta quinta-feira (20), o catarinense contou que enxerga, em um futuro não muito distante, um reencontro com seu maior algoz.

“Acho que ainda vou encontrar o Velasquez valendo o cinturão. Ele diz que não, mas acho que não é assim, ainda sou o primeiro do ranking da categoria. É lógico que não vou disputar o cinturão tão cedo, mas se o Cain se fixar como campeão e eu tiver mais duas ou três vitórias, acredito que vamos no enfrentar novamente. Ele é um cara que eu admiro muito. Foi nocauteado, aprendeu com os erros, voltou, bloqueou meu jogo e me venceu. Agora, sou eu que estou procurando essa evolução”, contou o ex-campeão da divisão.

A busca pela evolução a qual Junior se refere é o motivo pelo qual ele está no Rio de Janeiro. Cigano está fazendo um intercâmbio na Nova União e na Team Nogueira e, depois, vai seguir para os Estados Unidos para aprimorar suas técnicas. De volta aos treinos após um longo período afastado por recomendação médica, o especialista em Boxe já planeja seu retorno ao octógono.

“Por mim, podem fechar minha luta agora. No final de maio ou início de junho eu já estaria apto a lutar. Preciso de uns três meses para me preparar e fazer um bom camp”, afirmou.

 

Notícias relacionadas