Fitch confia em novo final na revanche Cigano x Velasquez: ‘Vai ser bem diferente’

Velasquez foi nocauteado por Cigano no primeiro round (Foto UFC)

Após conhecer sua primeira e única derrota, até o momento, Cain Velasquez deve ganhar a revanche contra Junior Cigano, dia 29 de dezembro, no último evento do ano. Apesar de ainda não ter a confirmação oficial, o próprio chefão do Ultimate, Dana White, revelou que é esse seu desejo.

Em entrevista à TATAME, Jon Fitch comentou sobre o novo duelo valendo o cinturão dos pesos pesados. Segundo o americano, no primeiro encontro entre os dois, Velasquez não estava na sua melhor forma física, por estar lesionado.

“Acho que, na primeira luta, ele não  mostrou tudo. Ele tinha uma lesão bem grave no joelho e estava limitado com o que poderia fazer, mas era uma luta tão importante e impossível de perder. Foi importante para a companhia, para os fãs e para todo mundo. Ele continuou, mesmo sabendo que não deveria. Ele foi contra o conselho de todo mundo da equipe e técnicos, mas não era uma opção na época. Vai ser bem diferente com ele podendo mostrar todas as suas ferramentas”.

Quando se enfrenta Junior Cigano, todos seus adversários sabem que na trocação estão em desvantagem, então buscam logo as quedas. Segundo Fitch, Velasquez não conseguiu seu objetivo devido à lesão.

“Ele estava machucado e pensando no seu joelho. Ele queria chutar as pernas do Junior, mas ele estava pensando: “não posso chutar”. A cabeça dele estava pensando no que ele não podia fazer e assim ele foi pego. As lesões fazem aquela parte do seu corpo não funcionar e a sua cabeça começa a pensar na lesão ao invés de fazer o que você deve fazer. Você deve estar focado na luta e não pensando em qualquer outra coisa, como a sua namorada ou outra coisa. Quando a sua cabeça não está na luta, você se dá mal”.

Notícias relacionadas