Jorge Rivera explica decisão por aposentadoria

O experiente Jorge Rivera, que já enfrentou nomes como Anderson Silva, Rich Franklin, Travis Lutter, Michael Bisping e Chris Leben ao longo de sua carreira, anunciou que penduraria as luvas após o UFC on FX, evento que aconteceu na noite de ontem, e o fez em grande estilo.

Relaxado, Rivera venceu Eric Schafer por nocaute técnico no segundo round, e explicou o que motivou sua aposentadoria.

“Não foi uma decisão muito difícil”, disse o lutador, de 39 anos e 29 lutas na carreira, sendo 20 vitórias e nove derrotas. “Vejo caras como Melvin (Guillard) e Jim (Miller), são caras jovens… Eles não são fracos, não. Meus reflexos estão diminuindo… Tenho uma família para cuidar e não quero sofrer uma lesão séria que possa complicar isso”.

Jorge é casado e teve quatro filhos, sendo que sua filha mais velha, de 17 anos, faleceu em 2009. Mesmo pendurando as luvas, o quase quarentão garante que não se desligará do MMA.

“Decidi (sobe a aposentadoria) no começo do meu camp… Eu estava abrindo uma academia e isso estava acabando com o meu tempo, entre treino e a escola. Eu vi o futuro o que eu queria fazer e como eu queria fazer, então vi que já tinha (lutado) o bastante”, explica.

Notícias relacionadas