Maldonado mostra confiança para estreia entre os pesados: ‘Ele não vai querer trocar comigo’

Marcada para o dia 31 de maio no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, o TUF Brasil 3 Finale sofreu uma reviravolta em sua luta principal na tarde desta terça-feira (6). Com o anúncio da lesão de Júnior Cigano, Fábio Maldonado foi o escolhido pelo UFC para substituir o compatriota no duelo contra o croata Stipe Miocic. Após engrenar uma sequência de três vitórias seguidas entre os meio-pesados (93kg) da organização, o paulista, que em sua última luta, realizada em março, derrotou Gian Villante, fará sua estreia oficial entre os pesos-pesados na maior organização de MMA do mundo.

Feliz com a chance de enfrentar um atleta de ponta em uma das categorias mais disputadas do UFC, o “Caipira de Aço” contou que não pensou duas vezes antes de aceitar o combate. O brasileiro acredita que a oportunidade de fazer um duelo desse porte dentro do seu país será uma ótima chance de mostrar serviço.

“Lutar nos pesos-pesados não é algo novo para mim. O Alex Davis, meu empresário, me falou sobre a possibilidade de pegar essa luta e aceitei na hora. Eu sempre quis lutar nos pesos-pesados dentro do UFC, inclusive já havia pedido lutas contra alguns atletas da categoria, como o Pat Barry e o Roy Nelson. Esse convite chegou em uma ótima hora e fazer um main event dentro do Brasil vai ser excelente para minha carreira”, afirmou.

Fabio Maldonado construiu uma carreira vitoriosa no Boxe profissional (Foto UFC)

Fabio Maldonado construiu uma carreira vitoriosa no Boxe profissional (Foto UFC)

Dono de uma vitoriosa carreira no Boxe internacional, Maldonado garante não se impressionar com as qualidades do adversário na Nobre Arte. O atleta disse estar ciente da força do croata, que acumula um cartel no MMA de 11 vitórias e apenas uma derrota, mas não acredita que seu oponente queira manter a luta em pé.

“Acho que o Miocic é um grande lutador. Sei que ele tem um bom Boxe, mas eu tenho várias vitórias e títulos na modalidade (são 22 vitórias em 22 lutas no Boxe profissional). Acredito que na curta distância eu leve vantagem e em uma luta de 25 minutos tenho certeza de que ele não irá querer trocar porrada. Ele vai querer colocar para baixo, mas eu também vou estar pronto. Aceitei essa luta em cima da hora, na raça mesmo. Vou manter um bom nível nos treinamentos e quero chegar bem condicionado. Estou muito confiante em uma vitória”, analisou o lutador, que detém 21 vitórias no MMA profissional, quatro delas no UFC.

Apesar de ter aceitado o convite para lutar em uma categoria acima, Fábio Maldonado prefere não projetar o futuro. O atleta deixa nas mãos de Deus o seu futuro na organização, mas garante que tem condições de fazer um bonito papel em ambas divisões.

“Mudam algumas coisas, mas eu tenho total certeza de que posso trocar em cima com qualquer peso-pesado do UFC. Foi uma boa oportunidade que surgiu e eu resolvi agarrar, o futuro a Deus pertence. Venho bem nos meio-pesados, mas vamos ver como essa luta vai se desenvolver. Tudo vai depender dos planos do UFC. Me sinto muito bem nos pesos-pesados, mas também tenho condições de fazer um bom papel nos pesados”, concluiu.

Notícias relacionadas