Médico rechaça doping de Belfort: ‘Os resultados ainda nem saíram’

Belfort nocauteou Bisping com um chute alto no segundo round (Foto UFC)

Na manhã desta sexta-feira (1°), rumores davam conta de que Vitor Belfort teria sido flagrado no exame antidoping do UFC São Paulo, realizado no último dia 19, quando nocauteou de forma avassaladora o inglês Michael Bisping.

A edição do Ultimate foi a primeira a ser regulamentada pela recém-criada Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA), que tem Márcio Tannure no comando do departamento médico.

Procurado pela TATAME, o médico afastou a possibilidade de doping de Vitor Belfort ou de qualquer outro atleta presente no UFC São Paulo.

“Isso não passa de rumor mesmo, ainda nem temos os resultados, eles nem saíram. Todos os lutadores que fizeram o teste estão sujeitos a isso, mas a agência que trabalha em convênio com a gente ainda não finalizou os resultados. Os dois lutadores do main event sempre passam pelo teste, então sorteamos mais dois lutadores no card preliminar e mais dois do principal. São seis atletas testados, mas nenhum deles já teve o teste finalizado e o resultado confirmado”, esclareceu Tannure.

A previsão do médico é de que a agência, que tem o nome mantido em sigilo por ele, libere os resultados dos testes antidoping do UFC São Paulo até o dia 19 de fevereiro, um mês depois da edição paulista do Ultimate.

Michael Bisping ajudou a dar força aos rumores depois de postar uma mensagem em sua conta no Twitter, nesta sexta-feira.“Espero que os rumores sobre um certo alguém que eu enfrentei recentemente ter falhado no teste para drogas não sejam verdadeiros. Espero que não seja verdade”.

Márcio Tannure esteve no UFC São e atendeu Pedro Nobre no polêmico duelo contra Iuri Marajó (Foto UFC)

Notícias relacionadas