‘Muitos tomam bomba mesmo’, revela José Aldo sobre o polêmico TRT

José Aldo não se omitiu e soltou o verbo sobre TRT (Foto UFC)

Sem papas na língua, o campeão dos penas, José Aldo, declarou que não vê problema em lutadores que recorrem à Terapia de Reposição de Testosterona (TRT), e até afirmou que também fará uso se um dia precisar. Porém, ele condena quem, além de usar e não assumir, critica os que admitem.

Para Aldo, nesse aspecto, o mundo do MMA é muito hipócrita, uma vez que, segundo ele, há lutadores que excedem os limites do tratamento hormonal e acabam fazendo uso de ‘bombas’, anabolizantes não permitidos pelas comissões atléticas.

“Eu não vejo problema em usar TRT, todos usam, desde o campeão até o iniciante. Acho que só na nossa academia (Nova União) ninguém faz isso, porque o Dedé (Pederneiras) sempre foi contra usar qualquer tipo de anabolizante. Eu acho errado ficar criticando quem assumiu que toma”, argumentou, em entrevista à TATAME.

A polêmica acerca do TRT se intensificou nos últimos tempos, principalmente depois da avassaladora vitória de Vitor Belfort sobre Luke Rockhold, no UFC no Combate 2, e do tratamento ter sido liberado para o falastrão Chael Sonnen. O “Fenômeno”, que admitiu que precisa recorrer à terapia, tornou-se alvo de duras críticas desde então. José Aldo defendeu o brasileiro, elogiando a sua postura frente ao assunto.

“O cara (Belfort) deu a cara à tapa e falou que usa, ao contrário dos outros, que usam e se escondem. Aliás, não pode nem ser considerado tratamento o que alguns desses lutadores fazem: muitos tomam bomba mesmo. É muita hipocrisia”, disparou, para depois concluir. “Os americanos sempre usaram. Randy Couture chegou a lutar com quase 50 anos, e você vai me dizer que o cara estava puro? Se o médico passou a receita para o cara e está dentro do limite, beleza, não vejo problema nenhum. Se um dia eu precisar, vou usar o TRT também”.

 

Notícias relacionadas