Pezão analisa luta com Hunt e diz que Velasquez não é ‘superman’

Paraibano não está preocupado com Hunt (Foto Eduardo Ferreira)

A preparação de Antônio Pezão para a luta contra Mark Hunt, na próxima sexta-feira (6), pelo UFC Fight Night 33, na Austrália, foi dividida entre Rio de Janeiro, Curitiba e Estados Unidos. E o paraibano está pronto para o combate que poderá fazê-lo reencontrar o caminho das vitórias, conforme afirmou em entrevista à TATAME.

“Meu camp foi muito bom, fiquei bem feliz. Passei duas semanas treinando na Team Nogueira, no Rio, com o Everton Oliveira e o Katel Kubis. Depois, viajei para Curitiba, onde me juntei ao mestre Fabio Noguchi. Foi uma honra colher ensinamentos dele, que é o mestre do Katel e do Anderson Silva. Se eles sabem muito, imagina o mestre deles? Terminei meu camp na American Top Team, onde há ótimos wrestlers, e estou confiante”.

Pezão sabe que terá pela frente um adversário experiente, que lutou no extinto Pride e tem grande poder de nocaute. Apesar disso, a mão pesada do neozelandês não o preocupa.

“Tenho que ter cuidado, mas não preocupação. Assim como ele tem a mão pesada, eu também tenho. No peso pesado, quando a mão entra, pode definir a luta. É preciso estar bem física e mentalmente, mas não preocupado com o que ele pode fazer. Estando bem comigo mesmo, sei que vou fazer uma boa luta e sairei com a vitória”.

Brasileiro perdeu para Velasquez em sua última apresentação e espera reencontrar a vitória (Foto UFC)

Em busca de nova chance pelo título, Pezão não acredita que o peso-pesado ficará polarizado entre Cain Velasquez e Junior Cigano. De acordo com o paraibano, há mais do que dois bons nomes na divisão.

“A categoria vai rodar. Não há vários atletas como nos leves, mas vai rodar. Tem o Josh Barnett, que chegou agora ao UFC, Travis Browne, Frank Mir, Daniel Cormier, (Stipe) Miocic. Todos vão ter oportunidades. O impossível não existe. O Cain merece respeito, é o atual campeão, mas não é o superman, não é imbatível. Não é fácil ganhar dele, mas esse cinturão não vai ficar para sempre na vida dele. Ninguém começa e termina a carreira com o título. Pode demorar, mas a hora chega. Tenho certeza de que vou ter uma outra chance pelo cinturão e, para me tirar dali de dentro, terá que ser apagado”.

O canal Combate transmite o evento, ao vivo, a partir das 21h20min (de Brasília). A TATAME acompanha todos os detalhes do evento  às 21h30, horário previsto para o início do card preliminar, pelo site, pelo Twitter e pelo Facebook.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 33
Brisbane, Austrália
Sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 

Card principal
Mark Hunt x Antônio Pezão
Mauricio Shogun x James Te Huna
Ryan Bader x Anthony Perosh
Pat Barry x Soa Palelei
Dylan Andrews x Clint Hester
Julie Kedzie x Bethe Pitbull

Card preliminar

Takeya Mizugaki x Nam Phan
Nick Ring x Caio Monstro
Richie Vaculik x Justin Scoggins
Bruno Carioca x Krzysztof Jotko
Ben Wall x Alex Garcia

Notícias relacionadas