Coluna Dicas de Coaching: veja como vencer o 'primeiro adversário' e tenha a mente estabilizada

Tatame

07/07/2016 09:55

Algumas semanas antes de uma competição, logo depois de feita a inscrição, existe uma alteração nas emoções do atleta que chamo de “Montanha Russa Emocional”. Um conjunto de altos e baixos, e estados emocionais movidos pela dúvida do que virá pela frente. Todos ficam acessando o site da organização, buscando ansiosamente a informação sobre as chaves, ou combinações de quem irá lutar ou competir, com quem e em qual sequência. Todos querem saber, quem será o seu “primeiro adversário” e como vencê-lo.

Ciente dos nomes nas chaves, inicia-se a próxima fase da "Montanha Russa Emocional", que chamo de "A Ansiosa Investigação", conforme descrevo abaixo. Confira:

1- Quem é esse meu “Primeiro Adversário”?
2- De qual academia ele é?
3- Será que ele é bom?
4- Será que ganha campeonatos?
5- Qual será o seu estilo e suas melhores habilidades?

620x360
Na maioria das vezes, o atleta se preocupa de forma demasiada com seus oponentes (Foto divulgação)


Através das redes sociais, é fácil traçar o perfil de uma pessoa, mas nem sempre esse perfil é real. Ninguém posta coisas ruins sobre si mesmo. Então, o "Ansioso Investigador" encontrará no perfil do seu adversário: vitórias, medalhas, graduações, equipes de treino e frases de efeito como: "Treino duro, luta fácil", "Mais um pra conta", "Nunca desistir"... E o seu adversário vai se tornando um gigante na sua mente. O que acontece.

Uma das funções de nosso cérebro é nos defender do perigo. E, se existe alguma coisa que deixa nosso cérebro em estado de alerta, é o confronto com o desconhecido. A mensagem que recebemos dentro de nós é: “Fuja do perigo. Fique na zona de conforto”. Mas o competidor quer lutar, mesmo com todo o seu corpo dizendo para ele não lutar. Ele é valente e arrasta seu corpo por semanas, até o dia da competição, onde já estará bem desgastado. Algumas vezes, a pressão é tanta, que, inconscientemente, ocorre uma lesão.

Se você se identifica com a “Montanha Russa Emocional” ou o “Ansioso Investigador” diante de um desafio, fique tranquilo, é normal, e você não está sozinho nessa. Inclusive, o seu primeiro adversário da chave, provavelmente estará assim, se não tiver feito uma preparação mental adequada, conforme citado.

620x414
Coach Andrey Figueiredo fala sobre as formas de derrotar seu "primeiro adversário" (Foto divulgação)


Dica do Coach:

Nossa mente é como uma espada de samurai que carregamos. Se não soubermos usá-la e cuidar bem dela, machucamos a nós mesmos e os outros à nossa volta. Sabendo usá-la, é uma excelente arma de defesa, ataque e conquista. Seu “Primeiro Adversário” não é com quem você vai lutar ou competir primeiro na chave. Seu “Primeiro Adversário” se chama "Medo Do Desconhecido". Uma forma de vencê-lo chama-se "Gratidão".

Funciona assim:

Quando estamos diante de um desafio desconhecido, agradecemos à oportunidade de enfrentá-lo com coragem, pois o desconhecido tem para nos entregar a mais valiosa medalha que podemos ganhar: A EVOLUÇÃO. Quando seu cérebro entende que existe um ótimo prêmio como este para você, ele despeja alegria em forma de substâncias hormonais no seu corpo, pois o "DESCONHECIDO" não é mais um estranho que pode acabar com você, mas sim um amigo que traz um presente valioso.

Essa é uma das formas de você conseguir um estado emocional alegre e cheio de recursos, super energizado para fazer uma excelente luta ou apresentação, levando para aquele momento todo o seu treinamento, seu condicionamento e técnica da melhor forma possível. Agora, sim, você estará pronto para o seu “SEGUNDO OPONENTE”, que é o primeiro competidor da sua chave. E esse você sabe como vencer, pois treinou bem para isso. Agora, sim, alegre e grato pelo desafio e cheio de recursos, vamos à luta.

“E o velho Samurai perguntou ao jovem guerreiro: Jovem guerreiro, o que você trouxe da batalha?” “O Jovem guerreiro responde: EVOLUÇÃO". Para maiores informações, veja: http://coachandrey.com.br/inicio