Anderson Silva nega mágoa com o UFC e comenta sobre Conor McGregor: 'Precisa ser respeitado'

Mateus Machado

17/02/2017 11:08

Lutando pelo Ultimate desde 2006, Anderson Silva construiu uma trajetória vencedora e foi campeão peso-médio da organização por vários anos, além de protagonizar lutas históricas pela franquia. Todavia, como em qualquer "relacionamento" duradouro, o brasileiro precisou passar por algumas situações delicadas. Apesar de algumas "brigas", o brasileiro nega qualquer mágoa com o Ultimate. Foi o que Anderson afirmou em entrevista à imprensa na academia XGym, no Rio de Janeiro.

594x421
Anderson Silva negou qualquer mágoa com o UFC e comentou sobre McGregor (Foto Brandon Magnus/Zuffa LLC)


"Nada, atualmente, me deixa descontente no UFC. Aconteceram algumas situações que passaram, foram resolvidas, mas hoje em dia, nada. Eu não posso reclamar do UFC, sou grato ao Dana (White) e ao Lorenzo (Fertitta) por tudo o que já me proporcionaram", disse o Spider.

Além de seus grandes feitos na categoria peso-médio, o Spider também se aventurou nos meio-pesados e fez bonito, conquistando grandes vitórias contra nomes como Forrest Griffin e Stephan Bonnar. Questionado sobre o motivo de nunca ter disputado o título da divisão de cima, assim como fez Conor McGregor, que chegou a ostentar o cinturão peso-pena e leve, simultaneamente, Anderson Silva declarou que sempre procurou se manter ativo e com bons resultados em sua divisão de origem.

"Acho que todo mundo tem a sua história. O McGregor tem que ser respeitado, porque ele fez sua história e vai fazer muita história ainda, é um grande atleta. Nas devidas proporções, eu também fiz a minha e também disputei lutas na categoria de cima (meio-pesado), com o Forrest Griffin, que é um ex-campeão, fiz outras lutas lá também, mas tudo tem seu tempo. Ele (McGregor) teve o tempo dele, tem que ser respeitado, e eu tive o meu. Na verdade, quando eu era o campeão, eu sempre foquei em me manter na minha categoria, sem me preocupar com as outras categorias e com os outros adversários. Sempre foquei em estar bem na minha categoria por muitos anos, e foi o que a gente conseguiu fazer", finalizou.