Dana White revela briga com Miesha Tate nos bastidores do UFC 205: 'Não queria ir para o hospital'

Tatame

14/11/2016 04:20

O último sábado (12), no Madison Square Garden, em Nova York, não foi definitivamente a noite par Miesha Tate. A ex-campeã do peso-galo teve uma atuação abaixo do nível contra Raquel Pennington e acabou sendo derrotada por decisão unânime dos jurados e, ainda no octógono, anunciou que estava se aposentando do MMA. Em coletiva de imprensa após o evento, Dana White, presidente do Ultimate, afirmou que teve uma discussão com "Cupcake" nos bastidores do MSG.

643x589
Miesha Tate anunciou a aposentadoria do MMA (Foto: Getty Images)

"Nós tivemos uma briguinha essa noite. Ela não queria ir para o hospital. E eu fiquei como "você vai para o hospital". E ela falou "f***** você, não trabalho mais para você". Eu fiquei tipo, esse é um bom ponto, mas você tem que ir para o hospital... E então tive que começar a implorar, "se você for para o hospital, vou te conseguir um trabalho fazendo outra coisa, e poderei ser seu chefe de novo". Então ela disse sim. Ela tinha que ir" comentou o "Big Boss".

Já a respeito do anúncio sobre a aposentadoria de Tate, Dana afirmou que, assim como todos os fãs de MMA, também foi surpreendido e acredita que tenha sido uma boa escolha. O "Big Boss" apontou para tudo que a, agora, ex-lutadora fez, destacando os títulos do Ultimate e do Strikeforce.

*Após derrota para Raquel Pennington no UFC 205, Miesha Tate anuncia aposentadoria do MMA; veja

"Eu não previa isso (aposentadoria) da Miesha Tate, mas sabe, faz sentido. A Miesha foi tão durona e durável, e não uma mulher durona e durável, mas uma lutadora durona e durável. Ela está nisso há tanto tempo... e eu poderia ter maginado (que ela ia se aposentar) quando falei com ela hoje à noite.(...) Ela está chateada e muito emotiva. Mas eu me importo muito com a Miesha, e acho que ela vai ter uma boa vida "pós-luta" encerrou.